Três sinais

Arte para divulgação virtual do espetáculo "Pó".

Engenharias e Trapaças

Entre engenharias e trapaças, entre o céu e a terra, entre risos e cumplicidades nasceu o cartaz do espetáculo Pó. Aguardem! Dia 02 de agosto na Oficina Cultural Geppetto.

Marca IPJ

Marca e identidade visual para o Instituto de Pastoral da Juventude Leste 2 (IPJ).

Conflitos no Campo 2007

Livro Conflitos do Campo 2007 da CPT (Comissão Pastoral da Terra).

Lamento de um Camponês

Um cordel para contar a história e mostrar os números da Comissão Pastoral da Terra (CPT).

Corpo e Espiritualidade

Uma oficina de integração processual onde a arte do encontro é pintada com as cores da vida.
Quem quiser participar pode enviar um e-mail para: grupovivencial@gmail.com
O encontro acontecerá no dia 27/03/2008 às 19 horas no Centro Loyola de Fé e Cultura - Av. Mutirão, s/nº, esquina com T-8, Setor Marista, Goiânia, Goiás. O valor da inscrição é de R$ 10,00.

Ninho de amor

A arte do primeiro convite de casamento do ano nasceu sob o signo dos pássaros.

Coleção Caminhos

O primeiro número da Coleção Caminhos já está pronto. Ilustrações bem coloridas para um projeto bem limpo e arejado.

Revista Redemoinho

Projeto gráfico e ilustração para a capa da revista Redemoinho.

Janela para o universo


Ilustrações para o site do Colégio Santo André de São José do Rio Preto - SP.

Agenda REF 2008

A Agenda da Rede Educacional Franciscana de 2008 apresenta roteiros que nos convida a viajar guiados/as pelas nossas escolhas e nossas atitudes do cotidiano e, assim, encontrar os rumos da plenitude da vida. As ilustrações e o projeto gráfico foram feitos pela Engenho num trabalho conjunto que envolve também escolha de tema, elaboração de texto e produção gráfica.

A novidade deste ano é a possibilidade de personalizar a capa da agenda segundo o gosto de cada um/a. Pode tudo: pintar, colar, bordar, riscar... É só usar a imaginação.

Banner Porto Cave

Banner para a Semana de Vinhos Portugueses da Adega Porto Cave.

Piaf - um hino de amor

O corpo curvo que se contorce sugere a fragilidade do capim que se verga ao vento, mesmo quando suave. Até que a boca se abre e a vida, em fúria, se expressa toda lâmina, doçura e aridez. A Piaf de Hollywood é menos que a Piaf de Bibi Ferreira e muito menos que a Piaf de Edith, mas não é filme que alguém possa deixar de ver sem lamentar depois. E ver, de preferência, antes que ele vire DVD, exibido em telas minguadas, cercadas de excessiva luz e abundantes badulaques de estantes. “Piaf - Um hino de amor" merece tempo e espaço exclusivos, como aquele que só o escuro do cinema cria.
Destaque para Marion Cotillard, cuja interpretação convincente nos leva da juventude à decrepitude sempre intensas de Piaf.
Oscar à vista!

Marca da Engenho


Sete idéias-chave sustentam o conceito da nossa marca:

1. A cor preta realça nosso compromisso com a simplicidade.

2. Círculo é forma receptiva, que envolve e aconchega.

3. O elemento principal da marca tem relação direta com um engenho no giro em que são produzidas variadas iguarias. Pelo seu movimento, a Engenho quer criar estratégias e peças que realcem o sabor do trabalho de seus clientes.

4. O traço preto insinua um movimento que remete para o interior. Focando a atenção no branco, o movimento expande-se em sentido contrário: interior e exterior, dentro e fora, duplo movimento, irregular, sem começo ou fim rígidos - como acreditamos ser todos os processos comunicativos.

5. Três giros. Três movimentos de uma mesma forma. Três dons que se engrenam forjando um jeito diferente de trabalhar. Um mesmo desenho compõe três letras distintas, afirmando que é possível se adequar a diferentes especificações, partindo de um mesmo principio: a construção de um outro mundo possível.

6. A tipografia “feita à mão” realça o cuidado empenhado em cada trabalho. A Engenho gira ao contrário da roda da massificação e da produção em série. Formas sinuosas traçam um desenho que, na sua dinâmica, favorece relações de confiança e aconchego.

7. Por fim, compreendemos o nosso trabalho como o que apóia, fortalece ou favorece o desenvolvimento de um nível de maturidade nas organizações do Terceiro Setor com respeito aos processos comunicacionais, por isso, “suporte em comunicação”.

Curso de Formação para Pedreiros


Cartaz para o "Programa Futuro em Nossas Mãos" do Grupo Votorantim - Cimentos.

3º Convite


Nosso terceiro convite de casamento do ano. O cupido está à solta.

Folder para Cooperativa Planta e Vida


Folder desenvolvido para a Cooperativa Planta e Vida de Rio Verde/GO.

Cartão da Engenho

Um cartão que vira três.
Três cartões que tem caráter único.
Três movimentos de uma mesma forma.
Três dons que se engrenam forjando um jeito diferente de trabalhar.

Lavras e Louvores


Quem ainda não visitou a exposição Lavras e Louvores no Museu Antropológico da UFG precisa ir correndo dar uma olhada. A mostra conta nossa região de forma não linear, refutando o mito reducionista do desenvolvimento da modernidade sobre o sertão.
Imagens e textualidades são organizadas pelo viéis do trabalho e da religiosidade permitindo deslocamentos e construções de novas relações. É impossível não se enxergar em detalhes minuciosos de elementos do dia-a-dia.
Poética, com uma vontade de celebrar as micro-narrativas, a exposição se fortalece naquilo que de mais simples compõe nosso cotidiano. Vale a pena conferir.

Exposição Lavras e Louvores
Museu Antropológico da UFG
Praça Universitária, St. Universitário, Goiânia - GO
Horário de funcionamento:
De terça a sexta-feira, das 9 às 17 h.

Um desenho, uma porta...


Infográfico

Infografia para publicação da Rede de Educação Cidadã.

Xilos para Pedro Malasarte


Estas ilustrações que imitam xilogravuras foram feitas para o cenário do espetáculo "Rapping a Pedro Malasarte" e fizeram tanto sucesso que acabaram virando estampas de camisetas pelas mãos de Keila e Elmira.

Agenda dos Jesuítas 2008


Iemanjá


Senhora das águas.

Pedrinha de Aruanda


O novo documentário de Maria Bethânia – Pedrinha de Aruanda – celebra a rede de miudezas que compõem o cotidiano. Uma das cantoras que mais vendeu discos no Brasil tem sua intimidade registrada buscando um mergulho em suas raízes.
O filme caminha para as lembranças de Bethânia junto aos seus, na pequena Santo Amaro onde viveu quando criança. O ponto alto acontece numa roda de seresta, permeada por músicas antigas, com Dona Canô, Bethânia, Caetano e o sobrinho Jota Veloso.
Duvido que alguém, no cinema, resista à tentação de cantarolar baixinho as canções apresentadas.

Delicioso como sentar à rede e se balançar no ritmo de nossas lembranças mais gostosas.

Maria Bethânia - Pedrinha de Aruanda
Brasil/2006.
Direção de Andrucha Waddington.
Documentário. 60min.
Em Goiânia: Lumière Bougainville 5
15h15 e 19h15.

9º Encontro da Rede


Marca para o 9º Encontro da Rede Latino-Americana de Centros e Institutos de Juventude que acontece no Brasil em setembro de 2007.

Na Trilha


Segundo livro da coleção "Na trilha do Grupo de Jovens".
A Engenho cuidou do projeto gráfico e das ilustrações.